Avanços na mastologia

A Mastologia é a especialidade que trata tanto das doenças benignas quanto das malignas da mama.

A grande maioria das doenças benigna da mama não necessita de tratamento, mas de alta precisão no diagnóstico, com o objetivo de afastar a possibilidade de ser um câncer, razão pela qual fazemos, algumas vezes, cirurgia em doenças benignas, embora a paciente não vá beneficiar-se com a cirurgia, esta seria realizada apenas para tirar dúvidas do médico.

A diminuição no tratamento cirúrgico desnecessário das doenças benignas foi uma grande evolução da mastologia, mas, foi no tratamento do câncer de mama, que houve grandes transformações nos últimos anos.

O câncer de mama é o mais freqüente na mulher, atingindo uma em cada dez mulheres. Seu alto índice provocou grande número de estudos que transformou radicalmente seu diagnóstico e tratamento.

Há cerca de 40 anos iniciou-se o mais importante avanço na cura desta doença, que ocorreu na própria mulher, através da conscientização sobre o câncer da mama, que procurando rapidamente o especialista logo que encontram uma alteração, elevou o índice de cura para 65%, de uma doença que, se não tratada provoca a morte em todas as pacientes. No Brasil esta evolução foi nítida nos últimos dez anos.

As boas notícias continuaram a surgir, pois a quimioterapia e a hormonioterapia que eram usadas somente como medicações paliativas para prolongar a vida das pacientes em estado avançado foram aplicadas como complemento do tratamento local, o que elevou ainda mais o índice de cura das mulheres bem conscientizadas para 75%.

O índice de cura aumentou ainda mais com o uso da mamografia na detecção precoce do câncer de mama e atualmente atingiu a curabilidade em mais de 90% das mulheres acima dos quarenta anos, que fazem mamografias anualmente.

Estudos estão sendo realizados, apontando novos caminhos para uma curabilidade ainda maior e com melhor qualidade de vida das mulheres.



produzido por ProWeb